sussurro, ponto alto

moça colorida que escreve porque gosta e fala do que quer porque é exibida

POR TRÁS DE UM PAR DE PEITOS maio 8, 2008

Filed under: Ploft! — Cissa Baini @ 7:48 pm

FOI PRO NOITE…

 

Os do sexo masculino têm no imaginário (e não os culpo por isso) a fantasia de que decotes avantajados em peitos saltitantes, de que mini-saia rebolada e longas melenas esvoaçantes são sinônimos de uma boa trepada. Sim, a imagem é inegavelmente sexy. E sim, minhas amigas, todos (ou quase todos) querem comer esta daí. O Frejat registrou “a sua roupa montada parece divertir, os olhos gulosos de quem quer lhe despir”. É puro êxtase mesmo. Não nego. Mas também não é garantia de que a senhorita em questão seja efetivamente boa de cama, ou de tapete, ou de chuveiro…

 

Nem sempre o melhor do sexo vem do sexy. Não tem aquela crença de que “as santinhas são as piores”¿ Então, é mais ou menos por aí. Claro que eu também não radicalizo. O que quero dizer é que, na maioria das vezes, ser “apenas” sensual pode ter muito mais impacto do que se supõe.

 

O mistério, charme… O sensual eleva o sexo a um nível menos mundando, mas bem mais carnal. Até ironia, eu sei. Mas a verdade é que o natural é capaz de transformar o que seria apenas uma boa foda, em momentos arrebatadores de prazer intenso. Se é que me entende…

 

Ser sensual é vestir uma gola alta e mexer naturalmente nos cabelos, dar aquela ajeitadinha no brinco e sorrir. Sorrir… Sensual é a vossa boca – que se a vaidade permitir, inclui um brilhinho do gloss – falando palavras inteligentes em tom seguro, afetivo. Sensual é aquele olhar profundo e desconcertante.

Minhas amigas, isso é o que verdadeiramente enlouquece a parcela dos homens que nos interessa.

É claro que uma boa rebolada sempre ajuda. Nada de hipocrisias por aqui. Mas não importa a roupa, o sapato, a idade ou o tamanho da bunda. Sensualidade está mais próxima da emoção.

Tudo isso vem daquele mistério, lá do início, que desconcentra, desconcerta a postura do machão que come a loirinha gostosa; e faz dele apenas um homem, um homem de verdade que desvela a sutileza singular de sua mulher.  Sua porque se entrega, deseja e é arduamente desejada, só que num nível mais profundo, além do que posso descrever aqui. Algo mais real.

Mas e você¿ Sabe quem realmente é quando transa¿ Você se reconhece nesta hora¿

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s