sussurro, ponto alto

moça colorida que escreve porque gosta e fala do que quer porque é exibida

MACHOS DE RESPEITO julho 18, 2008

Filed under: Ploft! — Cissa Baini @ 10:42 am

Alô você que só consegue chegar na mina se estiver bêbado, seus problemas acabaram! Você não incorrerá mais na brochada número 1 das mulheres: o bafo.

De que adianta a carinha de bebê ou a barba por fazer se no primeiro “e aí, gata” jorra junto com a frase uma baforada de cerva choca que impede a menina até de olhar-lhe nos olhos¿

Muita calma nessa hora e então à seqüência de dicas:

 

  • Nunca a chame de “Princesa”, soa falso e mulheres querem honestidade;
  • Nunca solte aquelas cantadas de frases feitas do tipo “o que este bonbonzinho faz fora da caixinha¿” – você parecerá, no mínimo, pouco criativo e mulheres gostam que façam algum esforço por elas;
  • Não a puxe pelo braço, meu amigo. Vá até ela e diga algo inteligente e divertido;
  • Não demonstre que você está do lado dela de propósito. Deixe-a achar que o destino os uniu;
  • Comente algo que está acontecendo no ambiente, não invente desculpas esfarrapadas.
  • Você não precisa elogiá-la nos primeiros cinco minutos;
  • Lembre-se: você não está apaixonado, está ficando na medida em que conversam;
  • Conversem!;
  • Se a sua tática é pega-la quando estiver passando, não a puxe pelos cabelos, pelo amor de Deus  – me refiro àquele suposto carinho que parece mais com aqueles súditos idolatrando as deusas;
  • Ta, as mulheres são ou querem ser deusas, mas nunca deixe isso óbvio demais;
  • Você pode admirá-la, nunca idolatrá-la – assim você se coloca numa posição de inferioridade e, em geral, elas gostam é do macho protetor;
  • Demonstre boa auto-estima, mas não se ache ‘o gostoso’ do pedaço – o macho dominante não precisa dizer que domina, todos já sabem disso se assim o for;
  • Trate-a com respeito, mas não seja bonzinho demais;
  • Não tente tacar essa mão boba nos peitos da moça logo no primeiro beijo – calma, o mundo não vai acabar;
  • Nem a prense contra parede do bar como se estivessem num motel –  cada coisa em seu lugar e consideração com os demais transeuntes menos afortunados é sempre bom: um dia você pode estar do outro lado;
  • Ligue no dia seguinte, mas nunca todos os dias;

 

Mas a principal e melhor de todas: seja você mesmo! Se ela não curtir, paciência: ela não sabe o que está perdendo.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s